WhatsApp_Image_2024-02-15_at_18.03

TDAH em adultos: conheça os sintomas e tratamento

Compartilhar

Por muito tempo, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) foi considerado uma condição que afetava apenas crianças, mas hoje se sabe que a doença também pode ser diagnosticada em adultos. No Brasil, segundo dados da Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA), há cerca de 2 milhões de pessoas com TDAH.

O diagnóstico na idade adulta é um desafio, pois os sintomas podem afetar a qualidade de vida do paciente em diversas áreas: ocupacional, nos relacionamentos em geral e no gerenciamento das atividades diárias.

Muitos adultos não sabem que têm a doença, que é considerada neurodegenerativa, pois seus sinais como desatenção, hiperatividade e impulsividade contribuem para o desenvolvimento de frustração e incerteza devido à dificuldade de realizar atividades rotineiras.

Mas, afinal, o que é TDAH? É um transtorno neurobiológico reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O TDAH apresenta pequenas mudanças na parte frontal do cérebro, que é responsável por controlar a atenção e o comportamento. O TDAH é crônico e geralmente seus sintomas são diagnosticados durante a infância e continuam afetando as pessoas na idade adulta. Especialistas acreditam que a principal causa do transtorno é a falta de dopamina, um neurotransmissor responsável por aumentar a capacidade de concentração, resolução de problemas e flexibilização para suportar frustrações.

Diagnóstico em adultos, o TDAH se manifesta com sintomas como dificuldade de concentração em uma determinada tarefa, leitura, resolução de problemas cotidianos, inclusive no trabalho, atraso na execução de tarefas que exigem mais esforços, além da dificuldade em permanecer em um relacionamento, curso ou emprego.

Quem é diagnosticado com o transtorno, também apresenta maior incidência em acidentes de trânsito, intolerância à frustração, dificuldade em esperar sua vez ou até mesmo ficar parado em uma cadeira ou na mesma posição e falar mais do que deveria, entre outros sinais.

Instabilidade emocional, mudanças repentinas de humor, frustração e comportamentos que afetam a vida profissional, acadêmica e as relações interpessoais, também são sintomas conhecidos do TDAH em pessoas adultas.

Tudo isso contribui para baixo desempenho ou a reação exagerada a emoções, que afetam diretamente a autoestima. Como posso saber se tenho TDAH? Caso apresente algum dos sintomas que citamos acima, é recomendado buscar ajuda médica para um diagnóstico.

Os especialistas que tratam e diagnosticam o TDAH são psiquiatras ou neurologistas.

Embora não haja cura, os sintomas do TDAH podem ser controlados tanto na adolescência quanto na idade adulta. Embora metade das pessoas com a doença apresente sintomas ao longo da vida, uma terapia focada nas necessidades individuais, pode proporcionar melhor qualidade de vida ao paciente.

Tratamento de TDAH em adultos como mencionado anteriormente, é importante ter um diagnóstico profissional, que é feito por meio de uma avaliação aprofundada do estilo de vida da pessoa.

Outros transtornos psiquiátricos e problemas de saúde física, devem ser desconsiderados para, depois, ser definido qual é o melhor tratamento, que deve levar em consideração outras comorbidades neuropsiquiátricas que podem acompanhar o TDAH: como transtorno bipolar; depressão; ansiedade; insônia e tendência ao uso de substâncias ilícitas. Método Super Cérebro Desenvolvido no Japão e na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, o Método Super Cérebro utiliza o Soroban e jogos de tabuleiro para desenvolver habilidades socioemocionais e cognitivas nos alunos.

Dentre as habilidades cognitivas, o método contribui para fortalecer a concentração em crianças, jovens e público sênior. Saiba mais sobre o Super Cérebro acessando outros artigos publicados no site e nas redes sociais @metodosupercerebro.

Inscreva-se na nossa news

Veja mais

Quer se tornar um franqueado?

Entre em contato conosco

small_c_popup.png

Quer conversar conosco

Deixe seus dados entraremos o mais breve possível em contato